Em debates anteriores relativos às diferenças entre os fundos de investimento e os ETF, as vantagens dos fundos de investimento geridos ativamente são comparadas com as dos ETF geridos passivamente. É uma comparação algo descabida, pois estes fundos têm características completamente diferentes. Se pretender uma abordagem passiva, o investidor deve ponderar a melhor forma de a implementar, através do uso de fundos de índice ou de ETF.

Fundos de índice e ETF

Os fundos de índice existem nos Estados Unidos desde os anos 70. Os ETF começaram a ser transacionados no país em 1993. Embora a quantidade de fundos de índice e de ETF sejam aproximadas, os ETF cobrem cinco vezes mais índices. Alguns ETF mais recentes acompanham índices mais adequados à estrutura de um ETF do que à de um fundo de índice. Como consequência, o investidor pode só conseguir acompanhar um índice usando um ETF, já que não há fundos de índice disponíveis para acompanhar esse mesmo índice.

Custos

Os ETF e os fundos de índice apresentam vantagens e desvantagens na gestão dos custos dos ativos subjacentes. Em alguns casos, a diferença entre comissões pode favorecer um em relação ao outro. Os investidores podem comprar fundos de índice sem comissão de venda sem terem custos de transação. Os investidores que comprem ETF terão de pagar comissões de corretagem.

Dividendos

A natureza dos ETF dita que acumulem dividendos ou juros recebidos dos títulos subjacentes até que sejam distribuídos pelos acionistas no final de cada trimestre. Os fundos de índice investem de forma imediata os seus dividendos ou os rendimentos decorrentes dos juros.

Reajustamento

Um investidor que tenha uma carteira de fundos de índice ou de ETF reajusta ocasionalmente a carteira, vendendo algumas posições e comprando outras. Uma carteira que contenha ETF contrai custos de comissões ao comprar e vender ETF. Uma vez que o investidor compra, habitualmente, as ações em lote, é praticamente impossível obter o mesmo coeficiente corretor para cada um dos ETF. Isto verifica-se, sobretudo, em carteiras pequenas. Com os fundos de índice, um investidor pode obter o coeficiente corretor exato da alocação de ativos, já que o investidor pode comprar ações individuais. Os fundos sem comissão de venda não têm custos de transação.

Investimento pelo valor médio do dólar

Usar os ETF em investimentos pelo valor médio do dólar – gastar uma quantia fixa em dólares em intervalos regulares – é, geralmente, pouco prático. Os custos de comissão e os custos extra que a compra de lotes de valores não inteiros acarreta torna esta estratégia difícil de implementar. Os fundos de financiamento são um veículo mais viável para investir pelo valor médio do dólar.

Liquidez

A falta de liquidez dos ETF, que resulta num aumento do diferencial entre compra e venda, é um custo acrescido na transação de ETF. Além disso, há menor probabilidade de os ETF menos populares terem os mesmos juros de arbitragem que os outros ETF, o que resulta numa diferença potencialmente maior entre os preços de mercado e o valor líquido do ativo. Quem investe em fundos de índice pode sempre obter o valor líquido do ativo no final do dia de operações.

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente