PSA anunciou aquisição da Opel à norte-americana General Motors
Christian Hartmann/Reuters
Página principal Síntese, Rússia, China, Barack Obama, Coreia do Norte, União Europeia, Donald Trump
Tema do momento
6 Março
2617 2k

As principais notícias do dia, uma seleção da redação do Insider.pro

Opel passa a pertencer a grupo automóvel que detém a Peugeot e a Citroën

A compra, aguardada há algum tempo, foi confirmada: o grupo automóvel PSA – que detém as marcas Peugeot e Citroën e é liderado pelo português Carlos Tavares – comprou a Opel à General Motors (NYSE: General Motors Company [GM]) e tornou-se o segundo maior grupo automóvel da Europa, com uma quota de mercado de 17%. A operação, que também incluiu a compra da Vauxhall e das operações do segmento financeiro da General Motors na Europa, foi avaliada em 2,2 mil milhões de euros e tem como objetivo tornar a Opel e a Vauxhall novamente rentáveis em três anos.

Donald Trump tenta novamente

Uma nova ordem executiva da Casa Branca – que substitui a caótica “proibição muçulmana” emitida em janeiro – poderá ser assinada hoje. A mesma procura proibir a entrada de visitantes de seis países com maioria muçulmana nos EUA, podendo incluir alguns dias de aviso antes da entrada em vigor.

Malásia expulsa enviado da Coreia do Norte

As autoridades declararam o embaixador Kang Chol “persona non grata” e deram-lhe até às 18h para sair do país. A Malásia está a investigar o assassinato do meio irmão do líder Kim Jong-un, Kim Jong-nam, no Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur a 13 de fevereiro. Kang criticou fortemente a investigação.

Trump afirmou que Obama o “escutou” durante campanha eleitoral

O presidente dos EUA avançou alegações numa série de tweets, sem quaisquer provas, de que o seu antecessor tinha ordenado escutas telefónicas aos seus telefones durante a campanha presidencial – o que Barack Obama negou. Entretanto, a Casa Branca solicitou um inquérito formal do Congresso às alegadas escutas.

China estabeleceu metas mais baixas para o PIB

O primeiro-ministro Li Keqiang avançou que a economia irá crescer “ao redor de 6,5%” este ano, no meio de perspetivas económicas globais “mais complexas”. Trata-se de uma estimativa inferior ao crescimento verificado em 2016, de 6,7%, e a mais baixa taxa em mais de 25 anos.

Deutsche Bank planeia reforço de capital

O banco alemão (NYSE: Deutsche Bank [DB]) irá reunir 8,5 mil milhões de dólares em capital, listando o seu segmento de gestão de ativos e vendendo alguns ativos da banca de investimentos – de acordo com o decidido pelo conselho de administração do banco no domingo. O gigante conturbado sofreu grandes perdas e multas ao longo dos últimos anos.

François Fillon afirma que não desiste

Depois de milhares se terem reunido em sua defesa em Paris, o conservador político francês François Fillon afirmou que não irá desistir da renhida corrida presidencial. Fillon tem vindo a encarar declínio em termos de popularidade no seguimento de investigação criminal quanto a se terá pago a membros da família por trabalho que não realizaram.

Calendário Económico

  • 00:30 (AUD) Vendas a Retalho (Mensal) (Jan)
Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente