4 Razões para comprar ações da Apple agora mesmo
Thomas Peter/File Photo/Reuters
Página principal Finanças, Apple

O preço das ações da empresa está "uma pechincha" mas a situação poderá mudar rapidamente. Saiba o que fará o preço subir

Durante setembro e início de outubro as ações da Apple (NASDAQ: Apple [AAPL]) subiram de cerca de 105 dólares para perto de 120 dólares, apoiadas por cada nova história relacionada com o desastroso Galaxy Note 7 da Samsung. De seguida, a Apple relatou ganhos sólidos quanto ao seu quarto trimestre fiscal e previu que a receita volte a crescer novamente no primeiro trimestre.

No entanto, desde a divulgação do relatório de ganhos, as ações da Apple caíram de forma íngreme. Na quinta-feira passada caíram abaixo de 110 dólares pela primeira vez desde que os relatos quanto às baterias danificadas dos Galaxy Note 7 da Samsung começaram a circular no início de setembro.

Com a Apple agora no caminho certo para retomar o crescimento de receita e ganhos este ano, a recente queda do preço das suas ações é um pouco desconcertante. De facto, as ações da Apple voltam a parecer muito baratas.

Regresso do crescimento da Apple

Para o atual trimestre, a Apple espera que as receitas atinjam entre 76 mil milhões de dólares e 78 mil milhões de dólares, de 74,9 mil milhões há um ano. O crescimento da receita deve acelerar após o 1º trimestre, com as comparações ano a ano a tornarem-se muito mais fáceis.

Além disso, a orientação da Apple para o 1º trimestre poderá revelar-se conservadora. Até agora, a procura pelo iPhone 7 Plus está a superar bastante a oferta. Parte disso reflete, provavelmente, o afastamento dos consumidores do Galaxy Note 7 da Samsung. Ainda assim, a Apple tem um longo histórico de aumento da oferta para atender a forte procura durante a temporada de férias.

É ainda relativamente cedo no trimestre mas a oferta do iPhone 7 Plus parece estar a melhorar gradualmente. Mais Apple Stores têm pelo menos alguns iPhone 7 Plus em stock, a utilização do iPhone 7 Plus está a disparar e o tempo de espera pela popular versão jet-black do iPhone 7 Plus diminuiu significativamente. Trata-se de um bom augúrio para a receita e ganhos da Apple no 1º trimestre.

Mais oportunidades no futuro

A procura estelar pelo iPhone 7 Plus é uma surpresa agradável dado que tem um design semelhante ao do iPhone 6 Plus e iPhone 6S Plus. Não há muito tempo alguns especialistas achavam que as vendas de iPhones iriam cair novamente no ano fiscal de 2017 (esperava-se que o Galaxy Note 7 da Samsung fosse um forte concorrente do iPhone 7 Plus).

Espera-se que a Apple divulgue, no próximo ano, um iPhone com um novo design em honra do 10º aniversário do iPhone. Tal poderá conduzir a um grande ciclo de atualização ao mesmo tempo que trará muitos novos utilizadores, como foi o caso quando o iPhone6 e o iPhone 6 Plus foram lançados há dois anos. Nesse ano fiscal, as vendas unitárias de iPhones dispararam 37% face ao ano anterior, o que levou a que as ações da Apple subissem ainda mais.

A recente atualização da linha Mac da Apple também poderá contribuir para crescimento da receita, especialmente desde que a Apple aumentou dramaticamente os preços de diversos modelos. Entretanto, os serviços da Apple continuam alvo de crescimento estável, impulsionado principalmente pelo aumento das vendas na App Store, bem como pelo crescimento de subscrições AppleCare, possivelmente ligadas ao Programa de Atualização do iPhone da Apple.

As ações da Apple estão, novamente, uma pechincha?

Depois de caírem abaixo de 110 dólares na quinta-feira passada, as ações da Apple são negociadas a cerca de 12 vezes os ganhos projetados da empresa para o ano fiscal de 2017. Trata-se de um desconto significativo face ao S&P 500 (INDEX: US500).

Todavia, a Apple também continua a ter uma enorme quantidade de fundos. A Apple detém 150 mil milhões de dólares em fundos líquidos, um quarto da sua capitalização de mercado. Se o governo dos EUA chegar a reformar os impostos corporativos, a Apple poderá ter a oportunidade de repatriar centenas de milhares de milhões de dólares do estrangeiro a uma taxa relativamente baixa. Poderá depois utilizar esses fundos para recomprar ações ou avançar um grande dividendo.

Depois de ajustada ao valor destes fundos, a atual valorização das ações da Apple está próxima de 10 vezes ganhos futuros.

Além disso, os analistas poderão estar a subestimar o poder de ganhos da Apple este ano. Se a Apple puder roubar um número significativo de clientes que teriam comprado o Galaxy Note 7 da Samsung, poderá superar as estimativas de ganhos dos analistas pois o iPhone 7 Plus é um produto rentável.

Rumores ao redor do iPhone 8

Próximos tempos

As ações da Apple enfrentaram diversos reveses nos últimos cinco anos. No entanto, de cada vez que as ações foram vendidos, recuperaram rapidamente com vendas a descoberto, recompensado os investidores que foram contra o rebanho e compraram as ações da Apple quando a mesma estava em dificuldades.

A Apple está posicionada para sólido crescimento de receita e ganhos este ano, graças em parte a procura melhor do que esperada do iPhone 7 Plus. No próximo ano, o ciclo de produto do iPhone 8 irá provavelmente conduzir a crescimento ainda mais rápido. Com estas (e outras) oportunidades à frente, as ações da Apple não deviam estar a ser negociadas a esta valorização. É provável que não se mantenham assim por muito tempo.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente