Mercado de ações: 3 empresas a acompanhar esta semana
Jonathan Weiss / Shutterstock.com
Página principal Finanças, Mercado dos EUA

Por que razão as ações da Ulta Beauty, Guess e Big Lots serão alvo de grandes movimentações ao longo dos próximos dias de negociação?

As ações ganharam mais do que um ponto percentual na semana passada – uma recuperação que levou o Dow Jones Industrial Average (INDEX: Dow Jones Industrial Average [DJI]) a um ganho anual próximo de 10% e o S&P 500 (INDEX: US500) a um ganho ligeiramente acima de 8%.

Entretanto, esta semana poderá trazer volatilidade aos acionistas da Ulta Beauty, Big Lots e Guess com cada empresa a avançar os seus mais recentes relatórios de lucros nos próximos cinco dias de negociação.

O tráfego de clientes da Ulta

Os investidores esperam boas notícias da retalhista de produtos de beleza Ulta (NASDAQ: Ulta Salon Cosmetics & Fragrance [ULTA]) na quinta-feira. A empresa aumentou recentemente a sua previsão de crescimento para entre 14% e 15% – de 11% e 13%. Se alcançar o máximo dessa orientação, terá atingido um ritmo de crescimento recorde em dois dos três últimos trimestres.

A chave da sua expansão, a superar o mercado, tem sido os impressionantes ganhos ao nível de tráfego de clientes. No trimestre passado a Ulta usufruiu de um aumento de 10% do volume de visitantes, marcando uma pequena queda face ao aumento de 11% no trimestre anterior. O seu foco no e-commerce está também a ajudar, dado que as vendas online subiram 55%.

Mary Dillon, CEO, e a sua equipa executiva acreditam que podem impulsionar os lucros em mais de 20% em cada um dos próximos três anos fiscais. A empresa também aumentou a sua previsão de vendas em lojas, no longo prazo, para 8%, de 6%, o que implica que os executivos veem crescimento da indústria pelo menos até 2019. Entretanto, as ações responderam a essa perspetiva de melhoria subindo mais de 25% ao longo dos últimos seis meses. A recuperação deverá continuar se a Ulta (NASDAQ: Ulta Salon Cosmetics & Fragrance [ULTA]) continuar a absorver quota de mercado na indústria de beleza – em rápido crescimento.

Ritmo de crescimento da Guess

Os acionistas da Guess (NYSE: GES) lidaram com bastante volatilidade este ano. Depois de terem alcançado mínimos de vários anos, as ações da empresa subiram na ordem de 22% após o último relatório de lucros apresentado no final de agosto. Essa explosão de otimismo surgiu com a retalhista a superar os objetivos de crescimento da gestão enquanto projetava aceleração de ganhos. “A transição está agora no passado.” – Avançou Victor Herrero, CEO, com a Guess a produzir um pequeno aumento ao nível da rentabilidade.

No entanto, Wall Street ainda não está a apostar na reviravolta – tendo as ações caído nos três meses subsequentes ao relatório. Afinal de contas, a Guess ainda está a sofrer de um certo declínio e de uma margem operacional muito abaixo da sua média histórica. Dessa forma, não é surpresa que as suas ações estejam significativamente em baixa esta semana, em altura de divulgação de resultados. As tendências poderão tornar-se novamente positivas se a retalhista mostrar outro trimestre com melhoria de vendas e lucros e confirmar as suas perspetivas para o maior trimestre para a indústria.

Expansão da Big Lots

Depois de dois anos consecutivos de quedas, a retalhista a desconto Big Lots desfrutou de 10 trimestres consecutivos de crescimento em direção ao anúncio de resultados na próxima sexta-feira. No entanto, manteve a tendência com dificuldade no último trimestre – com o ritmo de expansão a desacelerar de 3% para 0,3%.

Por outro lado, a empresa superou o objetivo de ganhos dos executivos graças a uma melhoria de 39 milhões de dólares em lucro operacional, o que elevou a sua margem para 3,2% das vendas, de 2,5%.

David Campisi, CEO, e a sua equipa previram uma também fraca – mas positiva –tendência operacional para o trimestre: entre 0% e 2%, de acordo com os executivos da empresa.

Os investidores estarão mais interessados nas perspetivas atualizadas da Big Lots para o trimestre de férias que se aproxima. No final de agosto, a gestão previu resultados entre 1% e 2% para esse período crítico.

A Big Lots (NYSE: BIG) espera manter as tendências de tráfego de clientes apesar do aumento da concorrência, melhorando a sua experiência de compra e focando-se em categorias de produtos – como mobília, em que detém uma sólida vantagem competitiva. Os acionistas focados no longo prazo procuram crescimento saudável quanto à sua recém-lançada presença online.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente