Como Jeff Bezos fez mais de 7 mil milhões de dólares em 2016
Brendan McDermid/Reuters
Página principal Finanças

A sua participação de 17% na Amazon, empresa que fundou e ainda gere, está por detrás do aumento do seu património líquido

2016 foi um ano muito bom para o CEO da Amazon (NASDAQ: Amazon.com [AMZN]), Jeff Bezos. Não só fez o papel de alienígena no mais recente filme Star Trek como o seu património líquido aumentou cerca de 7 mil milhões de dólares.

Bezos manteve a sua posição como a quarta pessoa mais rica do mundo (atrás de Bill Gates, Warren Buffett e Amancio Ortega) depois de ter subido para perto do topo da lista em 2015.

Por detrás do aumento do seu património líquido na ordem de 7 mil milhões de dólares esteve a sua participação de 17% na Amazon, a empresa que fundou e ainda gere hoje em dia. As ações da Amazon subiram perto de 14% este ano. Bezos também detém o The Washington Post, uma empresa de exploração espacial chamada Blue Origin e uma participação de 3% na publicação online Business Insider.

A montanha-russa de ganhos da Amazon

Se há uma coisa que a equipa de gestão de Jeff Bezos e da Amazon deixou claro este ano é que os resultados de ganhos da Amazon são difíceis de prever. Em cada um dos quatro relatórios de resultados da Amazon apresentados ao longo de 2016, as estimativas dos analistas ficaram aquém por pelo menos um terço face aos resultados reais.

A maior surpresa de ganhos da Amazon surgiu quando relatou 1,07 dólares de lucro por ação contra as estimativas dos analisas de 0,49 dólares de lucro por ação.

No entanto, o mais importante para investidores focados no longo prazo é que a empresa avançou crescimento de receita consistente na faixa de 20% a 30% a cada trimestre.

11 Razões para comprar ações da Amazon – e não vender

Parte da razão para a imprevisibilidade de ganhos da Amazon é que a gestão não tem medo de gastar dinheiro agora para garantir aumento de receita contínuo no futuro. Foi o caso no terceiro trimestre, quando os ganhos da Amazon de 0,53 dólares por ação não foram ao encontro das estimativas em 0,26 dólares.

A Amazon investiu fortemente na abertura de novos centros de distribuição durante o terceiro trimestre e também duplicou a despesa ao nível de conteúdo de vídeo para o Prime Instant Video. Ambas as iniciativas também fazem parte da estratégia da Amazon no quarto trimestre. A Amazon avançou diversos free trials ao nível do Prime para a época de festas e o conteúdo Instant Video é uma das melhores formas de converter membros trial em assinantes de serviços pagos. Além disso, a empresa precisa de capacidade de armazenamento extra para o seu programa Fulfilled By Amazon, que permite que vendedores terceiros utilizem o seu mercado online e infraestrutura para vender os seus produtos.

A Amazon falhou a marca dos resultados trimestrais do seu quarto trimestre no ano passado pois não tinha capacidade de armazenamento suficiente para todas as encomendas Fulfilled By Amazon. Teve de gastar mais para enviar as encomendas a tempo, o que colocou pressão sobre os ganhos. A despesa no terceiro trimestre deste ano procurou evitar que tal voltasse a acontecer – assim, ao contrário da despesa do quarto trimestre do ano passado, a despesa do terceiro trimestre irá avançar benefícios nos próximos anos.

Os resultados da Amazon no primeiro e segundo trimestre mostram o que é possível quando a empresa se foca no todo. Os resultados de lucro por ação superaram as expetativas nuns combinados 69% ao longo dos dois trimestres.

O preço das ações da Amazon moveu-se quase em consonância com os resultados de ganhos. Uma vez que os bons trimestres superam os maus, a ação encontra-se ligeiramente acima da média do S&P 500 (INDEX: US500) este ano.

Grandes expetativas para o futuro

Os analistas esperam que 2017 seja mais um ano com forte crescimento de lucros. O segmento de computação na nuvem da Amazon, o AWS, continua a crescer rapidamente para apoiar os seus ganhos – enquanto a gestão investe no crescimento contínuo do seu segmento de retalho. O AWS tem margens operacionais bastante mais elevadas que o segmento de retalho da Amazon e o crescimento secular do mercado de computação na nuvem apoia o aumento de lucros do segmento. Os analistas estimam um aumento de 87% do lucro por ação no próximo ano.

É claro que os analistas têm sido duramente pressionados para apresentar números corretos. Já reviram as suas estimativas para baixo em cerca de 15% para o ano, em média, desde que a Amazon relatou os seus dececionantes resultados trimestrais no terceiro trimestre. No entanto, as perspetivas de longo prazo para a empresa permanecem extremamente fortes, o que significa que os milhares de milhões de Jeff Bezos deverão continuar a crescer nos próximos anos.

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente