Primeiro relatório económico da administração Trump: 4 coisas a saber
AP Photo/John Minchillo
Página principal Finanças, Donald Trump, EUA
Tema do momento
28 Abril
2237 2k

O primeiro relatório económico dos EUA referente ao período sob a administração de Donald Trump será publicado hoje, sexta-feira

O Departamento do Comércio dos EUA irá lançar os primeiros dados relativamente ao Produto Interno Bruto (PIB) do país, o mais amplo indicador da atividade económica, nos primeiros três meses deste ano às 8:30 ET (13:30 de Lisboa). Seguem-se quatro coisas a saber.

1. Estima-se que o crescimento seja baixo

Realmente baixo. A Reserva Federal de Atlanta prevê crescimento de apenas 0,2% no primeiro trimestre deste ano. Economistas privados projetam crescimento anual ao redor de 1%. De qualquer das formas, será muito baixo.

2. As razões por detrás do baixo crescimento no início do ano

Os consumidores norte-americanos não abriram muito as suas carteiras. As vendas a retalho caíram em fevereiro e em março, numa base mensal – sendo que a despesa do consumidor representa dois terços da atividade económica dos EUA. A despesa das empresas também não se ajustou “para cima” até agora este ano.

3. A economia dos EUA ainda se encontra em boa forma

Os EUA parecem bem posicionados para um ano de lento crescimento. Contudo, outros indicadores mostram-se mais positivos. A taxa de desemprego encontra-se baixa (4,5%) sendo que depois da Grande Recessão ter terminado em 2009 o desemprego alcançou 10%. O aumento salarial, por sua vez, está a ser retomado – e o aumento de postos de trabalho tem sido forte nos últimos anos. Os preços da gasolina são baixos – e é provável que este ano seja o oitavo ano consecutivo de crescimento (embora lento).

4. Trump prometeu 4%, a sua equipa estima 3% e a Reserva Federal diz 2%

Donald Trump prometeu crescimento económico anual de 4%. O seu secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, espera alcançar 3% com a reforma fiscal e outras medidas. A Reserva Federal dos EUA projeta crescimento anual de 2% este ano e nos próximos anos.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente