Como investir 1.000 euros
Página principal Finanças

Tem 1.000 euros disponíveis para investir? Conheça algumas opções simples e práticas para começar.

Quer saber como investir 1.000 euros?

É novato na área do investimento e não sabe por onde começar – ou quais os melhores investimentos para o curto e para o longo prazo?

Há muitas formas de investir 1.000 euros – e algumas são bastante interessantes.

Conheça as nossas dicas.

1. Escolha os seus investimentos recorrendo a uma plataforma de negociação online

Se for do tipo faço-eu-mesmo e tiver algum know how de investimento poderá considerar escolher investimentos por si próprio recorrendo a uma plataforma de negociação online.

Há muitas corretoras de desconto por aí – logo, poderá despender algum tempo a pesquisá-las e a ver que corretora é a ideal para si.

Dica: Poderá optar por fundos transacionados em bolsa (ETF na sigla original). Os ETF são conhecidos pelos baixos custos de manutenção e pela diversificação de investimento que possibilitam.

2. Recorra a um robot-advisor para a gestão do seu dinheiro

Se não tiver muitos conhecimentos de investimentos poderá considerar a contratação de um robot-advisor.

Os robot-advisors são uma ferramenta de empresas de investimento: surgem como software automatizado para a gestão de carteiras com base em determinados critérios. Ao subscrever um serviço desse género, irá responder a um questionário para determinar o seu nível de tolerância ao risco e os seus objetivos de investimento.

Os robot-advisors tornam a gestão de investimentos acessível para as massas uma vez que costumam ter volumes mínimos de conta muito baixos (ou inexistentes).

Além disso, muitos robot-advisors têm interfaces para que obtenha informação relevante sobre o desempenho dos seus investimentos – e outro tipo de dados – num piscar de olhos.

Dica: Se pretender obter um plano financeiro detalhado, provavelmente será melhor optar por um consultor financeiro. Se tiver uma estratégia, então vale a pena considerar os robot-advisors.

3. Pague as suas dívidas

Poderá achar esta estratégia de investimento surpreendente. Mas pense na mesma por um momento...

Ter dívidas é o oposto de ter investimentos – manter uma dívida é algo custoso, enquanto os investimentos são algo rentável.

Por exemplo: poderá esperar atingir 7% ou 8% de retorno no mercado de ações. Recorrendo a cartões de crédito, poderá ter de pagar juros de dois dígitos. Auch.

É por isso que saldar dívidas é uma grande ideia de investimento. O seu investimento consiste em não ter de pagar loucuras de juros mais tarde.

É por isso que alguns gurus financeiros recomendam pagar dívidas não hipotecárias antes de se investir na reforma. É importante.

Assim, 1.000 euros poderão fazer diferença na sua dívida. No entanto, se não a eliminarem, deverá focar-se em pagar as suas dívidas o mais rapidamente possível.

Dica: Organize as suas dívidas. Poderá optar por organizá-las da menor para a mais elevada, ou da mais elevada taxa de juro para a menor. Entretanto, sente que não tem dinheiro extra suficiente para pagar as suas dívidas? Considere começar um trabalho a part-time – como tornar-se motorista da Uber, por exemplo.

5 Formas de investir quando tem dívidas
5 Formas de investir quando tem dívidas

4. Diversifique as suas apostas

Um dos piores erros que os consultores financeiros veem os seus clientes cometer: não diversificam as suas apostas. Não seja como esses clientes. Seja incrível e diversifique.

E sim, deve diversificar os seus 1.000 euros. Com ETF não custa muito diversificar, garantindo que não aposta em apenas uma ação.

Poderá pensar: “São apenas 1.000 euros. Não posso comprar algumas ações da [inserir nome da sua empresa favorita aqui]?”

Sim, pode, mas poderá não surgir como a decisão de investimento mais inteligente. Seja sensato com o seu dinheiro – mesmo que seja uma quantia pequena. Pratique agora para o futuro. Se definir esses hábitos agora, quando o seu dinheiro crescer para 20.000 euros ou para um milhão de euros irá estar preparado para continuar a diversificar regularmente.

Dica: À medida que cria a sua carteira ao longo do tempo certifique-se de que a reequilibra na medida em que certos investimentos irão subir e cair. Nunca aposte em demasia ou o contrário numa área. Aprenda o que puder sobre diversificação e recorra às melhores práticas.

Conclusões

Sabe o que significa ter lido este artigo até ao fim? Significa que se preocupa em fazer a coisa certa com o seu dinheiro.

Poderá pensar que 1.000 euros não é muito – mas começar com o pé direito agora irá conduzir a inúmeras recompensas no futuro.

Imagine apenas o que o pequeno ato de investir 1.000 euros poderá representar em anos e anos de juros.

E não se esqueça do poder dos juros compostos. O crescimento exponencial de fundos é incrível e deverá tirar vantagem do mesmo assim que possível.

Embora haja diversas formas de investir – nomeadamente os seus 1.000 euros – certifique-se de que o faz, de que investe. Faça alguma pesquisa antes de investir – mas não se sinta pressionado por tantas opções. Tome uma decisão razoável e oportuna. A última coisa que deverá fazer será negligenciar a possibilidade de investir por se sentir esmagado com tanta informação.

Invista hoje para um amanhã melhor.

Quer saber mais sobre ações ou sobre o funcionamento dos mercados financeiros? Consulte a nossa Academia.

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente