Bitcoin: o que esperar em 2018?
Página principal Finanças, Criptomoedas, Bitcoin, Altcoins
Tema do momento
26 Janeiro
6383 6k

Conheça a opinião de especialistas quanto ao que a maior criptomoeda do mundo, a Bitcoin, pode esperar este ano

O ano que terminou foi marcante para a Bitcoin. Mesmo aqueles sem qualquer ideia do que são criptomoedas terão, a dada altura, ouvido a palavra mágica — Bitcoin — pelo menos uma ou duas vezes. Esteve em todo o lado: jornais, televisão, rádio, internet. E, no fundo, não se esperava outra coisa: ao longo de onze meses o preço da criptomoeda aumentou 20 vezes, de cerca de 900 dólares por moeda para quase 20.000 dólares. O aumento da procura levou-a cada vez mais alto… E depois, de repente, na semana de 17 de dezembro a Bitcoin perdeu mais de 45% do seu valor. O colapso veio mostrar que uma estratégia baseada em buy only nem sempre é rentável para traders e investidores — e pode ser desastrosa.

Assim, o que esperar este ano? Será melhor comprar ou vender? Ou, por outro lado, será aconselhável nem sequer considerar este mercado instável?

“Vale a pena mencionar que durante o período em que a Bitcoin caiu, o preço de muitas outras criptomoedas registou aumento. Isto sugere que os cripto-investidores estão relutantes em deixar o mercado e preferem, consoante a situação, mudar da Bitcoin para outra criptomoeda e vice-versa. Ninguém quer perder a oportunidade de receber os ganhos de 100% e 1.000% experienciados. Assim, não se deve esperar grande saída de fundos do mercado de criptomoedas para o mercado cambial ou para o mercado de ações. A única questão que se coloca é qual das criptomoedas será mais digna de investimento em 2018. Irá a Bitcoin manter a sua posição de liderança ou será substituída por outra criptomoeda, como a Ethereum?” — Avançou John Gordon, analista na corretora NordFX.

Com crescentes comissões e transações muito lentas, a Bitcoin já não é indispensável como meio de pagamento — de acordo com Jez San, programador e CEO da FunFair Technologies. Na sua opinião, a Bitcoin é uma oportunidade de investimento pouco fiável, apesar de ter mostrado resultados impressionantes no ano passado. San acredita que se encontra obsoleta. Avançou que faz lembrar o sistema operativo DOS — enquanto a Ethereum é como o Windows ou o Mac OS. Acrescentou que é por essa razão que os programadores criam milhares de aplicações com base na Ethereum, sugerindo ser essa a criptomoeda para a qual augura um futuro mais brilhante.

O especialista em macroeconomia Peter Tchir encontra-se também cético quanto à Bitcoin. Em entrevista à Forbes avançou que a criptomoeda se comporta como qualquer ativo alvo de sobre-compra, o que sugere que o interesse dos consumidores está em queda.

No entanto, é possível que o declínio seja temporário e a procura volte. De acordo com uma pesquisa recente da Harris, apenas 2% dos norte-americanos detêm bitcoins, mas 19% afirmam querer comprar nos próximos anos. Isso poderá representar aumento significativo do mercado.

“É possível que a bolha das criptomoedas chegue aos 10 biliões de dólares e isso é 20 vezes mais do que hoje.” — Afirmou Mike Novogratz, multi-milionário que investiu um terço da sua fortuna nas criptomoedas, em entrevista à Fortune.

“Analisámos a opinião de peritos quanto ao futuro da Bitcoin.” — Afirmou John Gordon da NordFX. “Ao tentarmos encontrar um denominador comum surge a seguinte imagem: os peritos não excluem a queda da Bitcoin, vendo 4.500-10.000 dólares por moeda como o mínimo. No entanto, esta queda, se vier a acontecer, será temporária. A perspetiva geral é otimista: ao longo de 2018 a criptomoeda poderá crescer para 50.000-100.000 dólares. É claro que estes números são impressionantes mas na verdade será um crescimento muito mais modesto, de 3-5 vezes, considerando que se inicia ao redor da marca de 15.000 dólares. [Essa taxa] corresponde várias vezes à taxa de retorno de investimentos em ações ou moedas tradicionais.”

Spencer Bogard, perito do Daily Express, falou nos 50.000 dólares como uma possibilidade. Juntamente com Julian Hosp, fundador da empresa TenX e que falou nos 60.000 dólares à CNBC, concordou com a avaliação de John Gordon. Entretanto, de acordo com o conhecido fornecedor de anti-vírus John McAfee o preço poderá subir acima dos 100.000 dólares.

“Mais modestas são as previsões da WalletInvestor.” — Continuou John Gordon. “De acordo com os seus especialistas, a Bitcoin irá subir para perto de 28.000 dólares (aumento de 85%) este ano, a Ethereum irá alcançar 1.940 dólares (aumento de 60%) e a Litecoin 405 dólares (aumento de 60%). No entanto, mesmo com essa perspetiva, os traders de criptomoedas e os investidores podem multiplicar os seus lucros várias vezes com ajuda de alavancagem, que nós como empresa estamos prontos para fornecer. A NordFX pode creditar as transações dos seus clientes até 1.000 vezes o seu próprio capital, de forma gratuita e sem necessidade de garantia. Assim, para comprar 1 Bitcoin ao preço atual é suficiente que um investidor tenha apenas algumas dezenas de dólares na sua conta. Esta oferta é única no mercado. Quanto à abertura de conta, são apenas necessários dois minutos — depois dos quais o cliente pode realizar transações de compra e venda de criptomoedas.

Atualmente a NordFX concede aos seus clientes a possibilidade de realizar transações com as três mais populares criptomoedas: a Bitcoin, a Litecoin e a Ethereum. Estamos, contudo, a monitorizar de perto o mercado e, caso a situação mude, estamos prontos para expandir rapidamente a lista de instrumentos de negociação disponíveis.”

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente