3 Formas de apostar em criptomoedas sem investir diretamente nas mesmas
Página principal Finanças, Finanças pessoais, Criptomoedas, Investimento em criptomoedas, Bitcoin
Tema do momento
24 Abril
3648 3k

A ideia de investir diretamente na Bitcoin deixa-o nervoso — mas não quer perder a oportunidade de apostar neste mercado? Conheça algumas soluções.

Os primeiros investidores que apostaram na Bitcoin alcançaram fortunas — o que levou a que muitos pretensos investidores passassem a considerar mais de perto o mercado de criptomoedas. No entanto, são muitos os indivíduos que ainda não se sentem confortáveis com a ideia de comprar bitcoins, ou outra criptomoeda, e com a necessidade de confiar em plataformas de câmbio que não oferecem a mesma proteção que as plataformas para negociação de ações e outros títulos concedem.

Se acredita que as perspetivas para a Bitcoin ou outras criptomoedas são boas, mas tem receio de apostar diretamente nas mesmas, pode considerar outras formas de investimento relacionadas com o mercado mas que não exigem que adquira exatamente criptomoedas. Os três tipos de investimento que se seguem oferecem alternativas atraentes à posse direta — e, para alguns, os retornos poderão até ser melhores no longo prazo do que os que a própria Bitcoin acaba por oferecer.

1. Futuros de Bitcoin

Em dezembro passado duas grandes bolsas de futuros começaram a oferecer contratos de futuros de Bitcoin (Bitcoin). A CBOE Global Markets foi a primeira a comercializar a oferta de futuros e a CME Group não perdeu tempo a avançar de forma semelhante.

Os dois conjuntos de contratos apresentam algumas diferenças, mas ambos permitem que os investidores obtenham exposição a variações no preço da Bitcoin. Aqueles que comprarem contratos de futuros podem lucrar se o preço da criptomoeda subir entre o momento da compra e a data de expiração do contrato, enquanto aqueles que venderem contratos de futuros poderão lucrar com o movimento descendente do preço da Bitcoin.

O que são futuros de Bitcoin?

A vantagem dos futuros de Bitcoin é que não tem de deter Bitcoin para lucrar com os movimentos do seu preço. Ao contrário do verificado com alguns contratos em torno de matérias-primas, em que é entregue a matéria-prima subjacente quando o contrato de futuros expira, os futuros de Bitcoin são liquidados em dinheiro, o que significa que as partes só trocam dólares ou euros ou a respetiva moeda na data limite — em vez de bitcoins.

2. Ações de fabricantes de unidades de processamento gráfico

Outra forma de lucrar com a loucura em torno da Bitcoin passa por investir nas empresas que tornam as operações de mineração de criptomoedas eficientes e eficazes. Os chips de processamento gráfico tornaram-se extremamente valiosos enquanto ferramentas para resolver os complexos problemas matemáticos que os mineiros têm de solucionar para poderem desbloquear novas bitcoins.

A NVIDIA (NASDAQ: NVDA) e a Advanced Micro Devices (NASDAQ: AMD) observaram nos últimos tempos grande aumento de procura pelas suas unidades de processamento gráfico. O aumento das vendas foi tão grande que alguns investidores focados em ambas as empresas temem a concentração em demasia nesse segmento, especialmente porque grandes flutuações do preço da Bitcoin poderão causar grandes mudanças no volume de atividade de mineração.

Qual o prognóstico para a NVIDIA e a AMD sem os mineiros de criptomoedas?

Tanto a AMD como a NVIDIA terão de trabalhar para garantir que os seus clientes focados em jogos de vídeo, os seus principais clientes, conseguem obter os produtos de que precisam —enquanto decidem como tirar máxima vantagem do mercado de criptomoedas, o que poderá ser uma oportunidade de lucro de curto prazo. Estima-se, de qualquer das formas, que ambas as empresas mantenham lucro estável — surgindo como uma boa opção de investimento.

3. Ações de grandes empresas focadas nas criptomoedas e/ou «blockchain»

Por último, pode considerar as empresas que beneficiem de ampla adoção/aplicação da tecnologia blockchain. A Ripple (XRP/USD), por exemplo, é uma criptomoeda ligada a uma rede que permite que instituições financeiras transfiram fundos para qualquer parte do mundo de forma rápida e sem atrasos. Os participantes da rede podem utilizar tokens para acelerar as transações, mas também podem simplesmente utilizar a rede sem os tokens.

Várias entidades investiram na Ripple Labs, a empresa por trás da Ripple. Entre as mesmas destaca-se a CME Group e o Banco Santander no mundo financeiro, juntamente com a gigante de armazenamento Seagate Technology. Cada um destes jogadores sairá beneficiado se a Ripple Labs se der bem a promover a utilização da Ripple, logo as suas ações poderão beneficiar indiretamente do sucesso da criptomoeda.

Conclusão

Se a ideia de investir diretamente numa criptomoeda o deixa nervoso, mas não quer perder a oportunidade de apostar neste mercado, não desespere. Estas três alternativas têm os seus próprios riscos, mas falamos de riscos com os quais a maioria dos investidores está familiarizado e se sente confortável. Se as criptomoedas continuarem a avançar, cada um destes investimentos poderá proporcionar ganhos no futuro.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente