5 Aspetos a considerar antes de investir numa ICO
Página principal Finanças, Criptomoedas, ICO
Tema do momento
18 Junho
2452 2k

O mercado de criptomoedas é a indústria com mais rápido crescimento que o sistema financeiro já observou — proporcionado tanto por criptomoedas estabelecidas como por novas opções que surgem todas as semanas. Porém, com milhares de projetos a lançarem as suas Ofertas Iniciais de Moeda (ICO) tornou-se difícil determinar quais terão potencial para vingar no mercado. Seguem-se, assim, cinco aspetos que deverá ter em consideração para separar o trigo do joio — os projetos vencedores dos restantes.

1. Equipa de desenvolvimento e consultores

Analise a equipa de desenvolvimento e os consultores por detrás do projeto. Junte-se ao respetivo Telegram. Procure os seus nomes no Google. Têm experiência no sector das criptomoedas? Contribuíram para mais algum projeto atualmente em vigor? A página oficial inclui as fotografias de cada membro da equipa? Quão difícil é encontrar informação sobre os mesmos? Se for difícil e se não facultarem dados então é provável que não tenham experiência no sector — ou que estejam a esconder algo.

2. Métricas referentes aos «tokens»

Como serão distribuídos os tokens? Que percentagem irá para venda ao público — e que percentagem fica para a equipa e consultores? A equipa terá os seus tokens «bloqueados» por um certo período de tempo? São questões fundamentais a considerar. A maioria dos bons projetos no mercado tem os seus tokens bloqueados para provar aos investidores a sua seriedade quanto ao longo prazo do projeto — ou seja, o foco não são apenas ganhos no curto prazo. Verifique também a oferta em circulação, a oferta total e pergunte-se: estará a capitalização de mercado demasiado elevada?

3. Financiamento

Quanto é que a equipa pretende reunir? Se procura 30 milhões de dólares e não justifica a razão para tal então trata-se de uma grande bandeira vermelha. Espreite a sua página oficial e veja em que pretende aplicar os fundos arrecadados. Mas não fique por aí, há mais aspetos a considerar. Foi realizada pré-venda de tokens? Que fundos reuniram de investidores institucionais? Se uma grande parte do financiamento já reunido tiver sido atribuído por investidores institucionais poderá querer deixar passar essa. Foram várias as ICO a cancelar a venda ao público depois de terem atingido os seus objetivos com as pré-vendas.

4. Comunidade e investidores

Os projetos com uma comunidade forte são geralmente os mais bem-sucedidos. Tal como referido acima, antes de investir junte-se ao grupo de Telegram da empresa ou projeto. Veja como os administradores respondem a questões dos investidores. Veja como os investidores falam sobre o projeto. Veja o que está a ser dito sobre o projeto no Bitcoin Talk: está a ser elogiado ou considerado uma fraude? Além disso, deverá considerar se envolve investidores de outros projetos. Um exemplo: a NEO é uma das maiores investidoras do projeto Tomochain, o que concede alguma credibilidade ao mesmo.

5. Fase do projeto

Em que fase é que a equipa se encontra em relação ao desenvolvimento do produto? Tem apenas um Livro Branco? Testnet? Tem alguma margem de manobra aqui, mas apenas se o projeto tiver uma equipa sólida. A Matrix AI, por exemplo, encontrava-se numa fase bastante inicial de desenvolvimento quando conduziu a sua ICO, mas contava com alguns dos mais sólidos programadores e consultores do sector.

Considere, também, os seus objetivos pessoais neste aspeto. Está a pensar vender os tokens adquiridos algumas semanas depois de serem distribuídos ou quer mantê-los por mais tempo? Se procura um investimento rápido então um projeto numa fase inicial de desenvolvimento poderá não ser o melhor investimento para si.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente