As 22 melhores universidades fora do mundo desenvolvido
Página principal Estilo de Vida

As universidades dos EUA e Europa lideram a nível global – contudo, farão bem em não se acomodar

De acordo com o BRICS & Emerging Economies University Rankings 2017 da Times Higher Education, universidades na Índia, Rússia e sobretudo China têm vindo a progredir a passos largos.

A China tem a maior densidade de universidades de topo do mundo em desenvolvimento.

O país domina a lista ocupando 52 lugares no top 300.

Este ano, a Universidade de Fudan subiu 11 posições, até sexto lugar, e as universidades de Pequim e Tsinghua mantêm os dois primeiros lugares pelo quarto ano consecutivo.

O Instituto Indiano de Ciência (Indian Institute of Science) alcançou pela primeira vez o top 15 este ano, graças ao investimento na qualidade do ensino e influência ao nível da área de investigação.

Eis a lista das 22 melhores universidades de potências emergentes:

22. Universidade Nacional de Cheng Kung

A NCKU (National Cheng Kung University) em Tainan, Taiwan, é uma das melhores escolas do país, com uma pontuação geral de 39,3.

21. Universidade de Wuhan

A instituição de Wuhan – capital de Hubei, província chinesa – tem uma história de 123 anos. Recebeu 40,1 pontos no ranking.

20. Universidade Nacional de Chiao Tung

Situada em Hsinchu, Taiwan, Chiao Tung formou indivíduos galardoados com o prémio Nobel, incluindo Yuan T. Lee, que recebeu o Nobel da Química em 1986. Ultrapassou Wuhan com 41,3 pontos.

19. Universidade Nacional de Investigação Nuclear

A National Research Nuclear University, em Moscovo, foi uma instalação nuclear estratégica antes de abrir portas a estudantes internacionais nos anos 2000. Recebeu a pontuação geral de 41,5.

18. Universidade Sabanci

Sabanci foi fundada em 1994 e é a segunda melhor universidade da Turquia. A categoria de “influência do trabalho de investigação” alcançou 61,6 como pontuação.

17. Universidade Nacional de Tsing Hua

Não confundir com a Universidade de Tsinghua em Pequim. Acolhe cerca de 12.000 estudantes e recebeu a pontuação geral de 42,2, contra 40,2 no ano passado.

16. Universidade Central Europeia

A CEU – Central European University – é uma universidade localizada em Budapeste onde as aulas são leccionadas em Inglês. Foi fundada em 1991. Mais de 76% dos estudantes são internacionais.

15. Universidade de Koç

Assim chamada em honra do fundador, Vehbi Koç, esta universidade privada em Istambul é a melhor da Turquia com 44,2 pontos gerais.

14. Instituto Indiano de Ciência

A melhor instituição de ensino superior da Índia, segundo a Times Higher Education, recebeu 45,8 pontos, com uma classificação de 50,1 ao nível do ensino.

13. Universidade de São Paulo

A melhor universidade do Brasil recebeu 47,2 pontos. Encontram-se entre os alumni da faculdade muitas das personalidades mais bem sucedidas do Brasil, como Euryclides de Jesus Zerbin, responsável pelo primeiro transplante de coração bem sucedido na América Latina.

12. Instituto de Física e Tecnologia de Moscovo

Os 5.535 estudantes do Instituto gozam de acesso privilegiado a professores com uma média de apenas 7,8 alunos por académico.

11. Universidade de Nanjing

Fundada no formato atual em 1902, mas com raízes tão antigas quanto 258, Nanjing é uma das mais antigas e prestigiadas universidades da China. Recebeu 48,4 pontos no geral, subindo de 43 pontos no ano anterior.

10. Universidade Nacional de Taiwan

Situada na capital, Taipei, a instituição recebeu 49,8 no geral com classificações altas nas categorias citações, pesquisa e ensino.

9. Universidade de Zhejiang

Fundada em 1897 e membro da Yangtze Delta Universities Alliance – uma espécie de Ivy League chinesa – a universidade forma 45.000 pessoas. Recebeu 51,8 pontos gerais, bastante acima de 45,9 no ano anterior.

8. Universidade de Witwatersrand

Witwatersand na África do Sul é a alma mater de Nelson Mandela, que ali estudou Direito. A universidade recebeu a pontuação de 52,6 com uns saudáveis 82,9 pontos ao nível de influência na área de investigação.

7. Universidade Jiao Tong de Xangai

Jiao Tong, que significa “transporte” e representa o foco da instituição em engenharia, tornou-se conhecida como o “MIT oriental”. Recebeu 52,8 pontos e ultrapassou à justa Witwatersand.

6. Universidade de Fudan

Morada de uma das melhores escolas de jornalismo da China. Fudan, na capital financeira do país, Xangai, recebeu 52,9 pontos – e 65,7 na categoria de citações.

5. Universidade de Ciência e Tecnologia da China

Originalmente situada em Pequim, a USTC (University of Science and Technology of China) mudou-se para a cidade de Hefei no seguimento da Revolução Cultural. A universidade é especialista em cadeiras de ciências, mas atribui também diplomas em humanidades e gestão. Recebeu 53,7 pontos, subindo de 48,6 no ano passado.

4. Universidade da Cidade do Cabo

A universidade, que acolhe 26.000 estudantes, não só é a melhor universidade da África do Sul, como de todo o continente africano. A Times Higher Education atribuiu-lhe 55,2 pontos.

3. Universidade Estatal de Moscovo (Lomonosov)

A melhor universidade russa é a Lomonosov – designação concedida em honra do fundador Mikhail Lomonosov que criou a faculdade em 1755. Hoje em dia recebe 47.000 estudantes em 39 departamentos diferentes. Pontuação geral: 58,4.

2. Universidade de Tsinghua

A Universidade de Tsinghua, em Pequim, é uma das duas universidades chinesas que se destacam no mercado do ensino universitário em países emergentes. Recebeu 77,9 pontos gerais, em parte graças aos 89,6 pontos na categoria de investigação.

1. Universidade de Pequim

Oficialmente a melhor universidade fora do mundo desenvolvido, a universidade de Pequim acolhe cerca de 32.000 estudantes – e superou Tsinghua em apenas 0,9 pontos, com a classificação final de 78,8.

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente