Yellowstone Club, o clube privado onde Bill Gates e Justin Timberlake praticam ski
Página principal Estilo de Vida

O Yellowstone Club, comunidade residencial e estância de ski privada perto de Big Sky (Montana), foi pioneiro no sector “só para membros”. O primeiro clube privado de ski com a sua própria montanha conta com clientes super ricos como Bill e Melinda Gates, Eric Schmidt ou Justin Timberlake.

A estância oferece condições de topo para a prática de ski. Porém, para ter acesso à montanha exclusiva do clube é necessário deter um imóvel dentro dos limites da propriedade. Os preços dos imóveis variam bastante: vão desde 2 milhões de dólares até 25 milhões de dólares. Mais: os membros têm de pagar uma taxa inicial de 300.000 dólares e uma taxa anual de 37.500 dólares.

O Yellowstone Club tem vindo a trabalhar para se manter atualizado para o praticante de ski dos dias de hoje: o Rainbow Lodge do clube — com spa, fitness center e piscina — é a mais recente evidência desse esforço. Seguem-se 15 fotografias que mostram um pouco da propriedade e o que representa o acesso a uma estância privada: nada de filas e muito espaço nas encostas.

O Yellowstone Club está aninhado nas Montanhas Rochosas, EUA. O fundador, Tim Blixseth, tinha como objetivo a criação de uma estância centrada nas famílias, com pistas e atividades para todas as idades.

A adesão ao Yellowstone Club exige a posse de imóvel dentro dos limites da propriedade. Com o objetivo de permanecer exclusiva, a adesão está limitada a 864 agregados familiares.

Há uma ampla variedade de opções imobiliárias — desde apartamentos a terrenos com 145 hectares.

É claro que os preços também variam significativamente: de 2,5 milhões por um apartamento até tanto como 25 milhões por uma mansão. Embora as casas tradicionais de ski sejam comuns, há também algumas mansões modernas, de vidro, sob construção.

As casas são tão bonitas por dentro como por fora — e tão luxuosas como se pode imaginar. De acordo com o The New York Times, a maioria das casas inclui salas de ski com armários individuais, acessos aquecidos, quartos com beliches e secadores de botas.

A adesão ao Yellowstone Club tem um custo inicial de 300.000 dólares e um custo anual de 37.500 dólares.

Um dos projetos mais recentes do clube é o Rainbow Lodge, que inclui restaurante, spa, centro de fitness e piscina.

Os membros adoram a privacidade e segurança que o clube oferece. A propriedade encontra-se protegida por uma equipa de segurança liderada por um antigo oficial dos serviços secretos. Trata-se de uma grande vantagem para os que não querem guarda-costas por perto enquanto praticam ski.

O resort conta com 15 teleféricos e mais de 60 pistas.

O clube orgulha-se da sua variedade de pistas: tem pistas para principiantes, pistas íngremes e pistas com árvores para esquiadores experientes.

Em média, com a neve que cai formam-se aproximadamente 7,5 metros de neve por ano na Pioneer Mountain — o que é ótimo para ski e snowboard.

No entanto, os membros do clube também têm acesso a 2.350 hectares de área de ski pública no vizinho Big Sky Resort.

Há atividades para crianças. O programa de ski Li’l Rippers ensina crianças a esquiar ou a praticar snowboard.

Os adultos também podem ter aulas de ski ou snowboard.

Os membros também podem fazer snowshoeing or snowmobiling nos meses de inverno. No verão, os aventureiros podem andar de bicicleta na montanha ou fazer escalada. Os que quiserem um ritmo mais calmo podem experimentar o campo de golfe de 18 buracos. De acordo com o The New York Times, os membros passam em média 60 dias por ano no clube.

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente