Sucesso financeiro: não faça um orçamento, faça um plano de poupança
Página principal Estilo de Vida, Finanças pessoais

Faça algo de diferente este ano pela sua situação financeira: torne a poupança automatizada uma prioridade

A sabedoria convencional costuma afirmar ser essencial a preparação de um orçamento anual para controlo da situação financeira — para que saiba de onde vem e para onde vai cada euro. Porém, a preparação de um orçamento exige tempo e energia.

Um orçamento é um plano idealista. Não faz nada pela real alocação de fundos a uma conta poupança ou para a amortização de uma dívida. Quando prepara um orçamento, pensa em intenções ao nível de despesas — com o objetivo de que sobrem fundos para economizar.

Mas na verdade a maioria dos orçamentos acaba por falhar pois a questão é encarada de forma errada. Surge como melhor abordagem poupar em primeiro lugar — para que as suas despesas sigam ao encontro dos seus objetivos de poupança.

Só importa o que poupa

Considere esta equação bastante básica: o sucesso financeiro deriva da diferença entre o que ganha e o que gasta. Quanto maior a diferença entre os seus ganhos e a sua despesa, maior o seu sucesso financeiro.

A poupança deve ser a prioridade. Uma certa percentagem do que recebe pode ser automaticamente aplicada a contas para objetivos a longo prazo e/ou reforma. A chave aqui é a automatização: não tem de pensar em poupar pois torna o processo automático.

E é muito fácil automatizar as poupanças. Seguem-se três formas através das quais poderá fazê-lo.

Três formas de automatizar a poupança

1. Aumente as suas contribuições para um plano de reforma. Não se sabe qual será o desempenho das ações nos próximos 10 a 30 anos mas sabe-se que as pessoas que poupam 15% do seu rendimento terão mais fundos na reforma do que aquelas que apenas poupam 10% do seu rendimento, tudo o resto igual. Aumentar a contribuição para o plano de reforma é tão fácil como entrar na sua conta online.

2. Abra uma segunda conta bancária e defina transferências automáticas da sua atual conta para a conta nova. Trata-se de uma boa forma de juntar algumas poupanças para emergências ou despesas imprevistas. Esqueça que a segunda conta bancária existe até realmente precisar de fundos para pagar algo, como uma peça dispendiosa para o seu carro ou um novo eletrodoméstico. Quando surgir um dia mais complicado — e surgirá — ficará satisfeito por ter essa conta extra.

3. Programe pagamentos automáticos no que a dívidas de consumo diz respeito — como crédito automóvel — para os próximos 12 meses. Fazê-lo é tão fácil como, uma vez mais, entrar na sua conta online. Pagar mais do que o valor mínimo de uma dívida é equivalente a poupar, mesmo que não pareça, uma vez que a sua riqueza aumenta com cada pagamento adicional.

Esqueça o Excel ou planos para um orçamento. Decida quanto quer poupar em 2018 — seja uma percentagem do seu rendimento, seja um valor certo em euros — e crie uma forma automatizada para fazê-lo. Se quer mesmo poupar deve torná-lo uma prioridade. Faça com que as suas despesas vão ao encontro dos seus objetivos de poupança e não o contrário.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente