Guia de presentes tecnológicos para este Natal
Nikon
Página principal Tecnologia

Gadgets que os geeks podem ter em casa, no colo e no corpo – não necessariamente os mais fixes, mas os mais funcionais

Se procura uma coleção de geringonças da moda que combinem bem com um par de Chuck Taylors e uma camisa engomada, não veio ao sítio certo. Este guia de presentes tecnológicos dá destaque à vertente prática, ao preço e aos pormenores técnicos. Aqui não encontrará os óculos Spectacles do Snapchat.

Avizinha-se o consumismo da época natalícia, por isso pondere comprar coisas mais funcionais para os seus geeks preferidos.

Portáteis

Pela primeira vez em alguns anos, a Apple atualizou a sua linha MacBook Pro. As novas máquinas estão cheias de energia, têm processadores rápidos e chips gráficos. Algumas têm uma touch bar integrada no teclado. Ficam muito bem numa mesa rústica de madeira de uma coffee shop sofisticada.

Mas dou-lhe um conselho: compre antes um Microsoft Surface Book. A sério. Se, tal como eu, tiver mudado para um Mac há dez anos – após muitas lutas com bugs, falhas de segurança e o pesado interface do Windows Vista – nem sonha em voltar para essa loucura, certo? No entanto, o que vai encontrar no Surface Book é algo que está mais próximo do futuro dos computadores, mais do que um portátil da Apple. Compre um que tenha o processador Intel i7: uma máquina muito potente, capaz de processar a maioria dos jogos mais recentes para PC. É mais fácil escrever (teclar) com o mesmo. Tem um touch pad enorme, estrategicamente colocado, e uma caneta para o touch screen. Além disso, se o desprender do teclado, transforma-se num tablet muito bom.

Fitness

Um Fitbit ou um Apple Watch podem ser presentes populares este ano, mas sejamos realistas: os relógios de fitness foram feitos para pessoas que estão em forma. Para o comum dos mortais, vai diretamente para a gaveta das tralhas quando passar a novidade.

Os que têm a motivação necessária para irem correr antes do trabalho deviam experimentar o Radar Pace da Oakley. Mede os batimentos cardíacos, a distância entre os passos e as calorias queimadas quando o ligamos a outros sensores corporais. Quando o experimentei, achei-o útil, embora inestético; uma voz robótica sussurrava-me ao ouvido que sou muito lento enquanto eu tentava acelerar o ritmo. Uma colega minha é fã do sistema Under Armour Record – diz que a ajudou a fazer escolhas mais conscientes ao nível da dieta e a manter-se em forma.

No entanto, para algumas pessoas, é mais útil gastar no ginásio ou numa piscina. Ter um Fitbit não lhe dará a força mental para se levantar do sofá e ir correr debaixo de chuva numa noite de inverno.

Há várias aplicações de corrida gratuitas, entre as quais a Nike+ Run Club, a MapMyFitness e a Runkeeper, que enviam notificações para o telemóvel a incentivar os utilizadores a cumprirem as resoluções de ano novo.

O melhor da corrida é o facto de ter uma hora (ou dez minutos) para ouvir podcasts ou para descomprimir ao som de Interpol. Os auscultadores sem fios BlackBeat Fit da Plantronics são à prova de água e ficam bem presos aos nossos ouvidos. Assim, não temos a desculpa de ter de parar a cada cinco minutos para encaixá-los melhor e recuperar o fôlego.

Casa

Os eletrodomésticos para casas modernas parecem fixes, mas são, na sua maioria, patetas. Levantar-se de uma cadeira para acender a luz não é uma tarefa mais complicada do que puxar do telemóvel, abrir uma aplicação e carregar num botão. Muitos eletrodomésticos modernos são demasiado caros e podem habituar os utilizadores a uma tecnologia exclusiva sem a qual se torna difícil viver. Além disso, a segurança destes dispositivos é rudimentar ou inexistente. Aqueles que pretendem experimentar uma vida doméstica automatizada devem adquirir o iHome Smart Plug, que torna mais inteligentes os seus produtos convencionais.

O dispositivo doméstico que mais precisa de uma atualização é o único em que reparamos quando não cumpre o objetivo: o router de Wi-Fi. A maioria das pessoas aceita o que os prestadores de serviços de comunicações têm para oferecer. Mas a tecnologia Wi-Fi está a evoluir. Compre um TP-LINK Archer C7 AC1750 por apenas 80 dólares e coloque-o num local central, longe de telefones sem fios, micro-ondas ou outras coisas que possam interferir com o sinal. Notará uma diferença espantosa. Independentemente do modelo que escolher (e alguns chegam a custar 350 dólares), certifique-se de que a caixa diz “AC”. É o modelo mais recente e rápido.

Fotografia

A cereja no topo do bolo de acessórios hipster é uma câmara Leica série M. Tem tudo: um estilo “retro chique”, lentes de qualidade, um modelo único a preto e branco e a possibilidade de a inserirmos numa bolsa de cabedal laranja. Preço inicial: pelo menos 5.000 dólares (sem a lente incluída). Se leva a fotografia a sério e tem dinheiro para isso, compre uma Canon EOS 5D Mark IV. O produto foi recentemente atualizado com todas as funções que um profissional deseja, podendo ter acesso a uma vasta gama de lentes.

Contudo, a maioria das pessoas já tem uma câmara espetacular no bolso. O novo iPhone ou o Samsung Galaxy S7 contêm lentes de alta qualidade e um grande ecrã onde se podem ver as fotografias. Na maioria das situações, obtemos resultados tão bons como numa câmara compacta. Se, como eu, procura algo mais básico, pode adquirir uma câmara à prova de água Nikon Coolpix. Já que a maioria das fotos vai ficar para sempre esquecida numa pasta do seu telemóvel ou numa cópia de segurança num servidor do Facebook, o MyPix2 ou outro serviço de impressão podem surgir como presentes únicos para as pessoas de quem gosta.

Videojogos

Com o lançamento de uma versão atualizada da Xbox One, da Microsoft, e o lançamento – por parte da Sony – da PlayStation 4 e de dispositivo de realidade virtual, há muitas escolhas para os jogadores. Existe, contudo, uma opção muito mais acessível por um décimo do preço de um kit PlayStation VR.

A Nintendo NES Classic vai deixá-lo entrar noutro mundo sem ter de aprender combinações de teclas complicadas ou qual o tipo de míssil que aniquilará o robô assassino gigante do inimigo antes que pegue fogo ao seu, tudo em dez segundos. A Classic permite aos jogadores relembrar o mundo mais dócil e agradável do Donkey Kong, do Super Mario Bros. e do Legend of Zelda. Esta reedição da original de 1985 é mais pequena e potente, fazendo com que estes jogos velhos e pixelizados tenham um ar muito retro no seu LCD. O mais difícil é conseguir arranjar uma. Estão esgotadas em todo o lado. Parece que também faz sucesso entre os hipsters.

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente