Página principal Notícias, Criptomoedas, Bitcoin
Tema do momento
16 Outubro
2296 2k

As transações com Bitcoin recorrem a tanta energia que a eletricidade utilizada para uma única transação poderia alimentar uma casa por quase um mês, de acordo com um paper do banco holandês ING.

Estima-se que uma transação com Bitcoin recorra a 200 kWh de energia.

“200kWh são suficientes para a minha casa, para quatro semanas – uma vez que consome cerca de 45kWh por semana, o equivalente a 39 euros.” – Escreveu Teunis Brosens, economista sénior do ING.

As transações com Bitcoin utilizam muita energia para tornar a verificação (mineração) cara – tornando as transações fraudulentas dispendiosas e dissuadindo possíveis abusos da moeda.

“Ao garantir que a verificação das transações é dispendiosa, a integridade da rede é preservada com nós benevolentes a controlar a maioria do poder de computação.” – Continuou Brosens.

Mais: a Bitcoin não utiliza apenas uma vasta quantidade de eletricidade para completar transações. Utiliza uma quantidade exponencialmente superior à utilizada pela maioria das formas tradicionais de pagamento eletrónico.”

Dentro do mesmo tema relembramos este artigo:

A mineração de Bitcoin consome mais energia que Moçambique
Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente