Página principal Notícias

Um novo estudo do McKinsey Global Institute estima que entre 400 e 800 milhões dos postos de trabalho de hoje se encontrem automatizados até 2030.

A pesquisa vem acrescentar uma nova perspetiva ao cada vez mais preocupante cenário do emprego no futuro. “Vamos ter de mudar e aprender a fazer coisas novas com o tempo.” – Avançou Michael Chui, parceiro do instituto, ao Bloomberg.

De acordo com o estudo a classe média será a que terá mais a temer – pelo menos nos Estados Unidos. Os administrativos de escritório encontram-se, por exemplo, entre aqueles que poderão perder os seus trabalhos para a tecnologia ou ver os seus salários reduzidos para se manterem competitivos face a robots e sistemas automatizados.

Em locais onde a mão de obra é barata e a tecnologia cara a situação poderá ser diferente – a vulnerabilidade inferior à sentida em mercados mais desenvolvidos.

Também haverá, claro, novos postos de trabalho. Tal como avançado recentemente por Bill Gates uma população mais envelhecida irá proporcionar mais trabalho para cuidadores (a menos que também sejam substituídos por robots, como está a acontecer no Japão).

No geral a mensagem global do estudo é positiva:

“Haverá trabalho suficiente para todos na maioria dos cenários.” – Relatou a coautora Susan Lund à Wired.

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente