Página principal Breves, Criptomoedas, Bitcoin
Tema do momento
11 Janeiro
2345 2k

Em países onde os custos de transação são baixos e as moedas estáveis a Bitcoin e restantes criptomoedas podem aparentar não solucionar nada, surgindo “apenas” como instrumento de investimento. Porém, a situação é diferente em países em desenvolvimento, onde as criptomoedas podem ser bem-sucedidas como forma real de dinheiro — de acordo com o avançado pelo Goldman Sachs Group.

Diversas moedas têm vindo a perder valor na África Subsaariana devido a elevada inflação e a má gestão da oferta. Como resultado, as divisas estrangeiras representam mais de 90% dos depósitos e empréstimos na RDC e o Zimbabwe desmonetizou a sua moeda em 2015 — citando alguns exemplos. A Bitcoin pode, assim, ser realmente útil em regiões onde os governos impõem regras estritas à utilização de moeda estrangeira.

“Nas últimas décadas o dólar norte-americano serviu o seu propósito relativamente bem.” — Avançaram os estrategas Zach Pandi e Charles Himmelberg da Goldman Sachs em relatório esta quarta-feira. No entanto “nos países e cantos do sistema financeiro onde os serviços tradicionais não são fornecidos de forma adequada, a Bitcoin e as criptomoedas em geral podem oferecer alternativas viáveis.”

O relatório também adverte que se as criptomoedas se tornarem formas de dinheiro amplamente utilizadas os investidores não devem esperar os retornos astronómicos que têm atraído atenção sem precedentes para o mundo das mesmas.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente