Como comprar bitcoins em qualquer parte do mundo
AP Photo/Eric Gay
Página principal Tutoriais, Criptomoedas, Bitcoin
Tema do momento
19 Julho
4416 4k

Já ouviu falar em bitcoins, criptomoedas e moedas digitais mas não sabe por onde começar – e onde comprar? Consulte este e os restantes tutoriais que preparámos para si.

Existem várias opções para comprar bitcoins – disponíveis em quase todos os países. De cartões-presente, a caixas automáticas (multibanco), a empresas de corretagem e a plataformas de câmbio, este nosso guia explica como comprar bitcoins em qualquer parte do mundo.

É provável que já tenha ouvido falar na Bitcoin, a criptomoeda – o futuro do dinheiro, a revolução dos pagamentos, o ouro digital, o fim dos controlos de capitais ou o Santo Graal da fintech. E é provável que queira saber mais. A melhor forma de aprender passa por experimentar. Compre bitcoins, pague com bitcoins, armazene bitcoins na sua carteira digital e veja o preço das mesmas a subir e a descer.

Mas onde comprar? E como? – Pergunta.

Para muitas pessoas, a primeira aquisição de bitcoins é um processo aterrador. Parece muito complicado. No entanto, não é. Existem diversas opções disponíveis para comprar bitcoins de forma fácil, rápida e confortável.

Qual a melhor? Depende do seu país e das suas preferências.

Para encontrar o método ideal para comprar bitcoins deverá ter em consideração os seguintes fatores:

  • Que quantidade de informação privada está disposto a divulgar?
  • Como pretende pagar?
  • Onde vive?

Tendo em consideração estes fatores deverá ser capaz de decidir, facilmente, que plataforma vai ao encontro das suas necessidades.

Este guia começa por explicar que opções tem em termos de divulgação (ou de ausência de divulgação) de informação privada e que canais de pagamento pode utilizar. Depois, apresenta os métodos mais comuns para aquisição de bitcoins e oferece uma visão geral das plataformas existentes.

Como comprar bitcoins

A Bitcoin (as criptomoedas em geral) é uma ferramenta financeira e, como tal, está sujeita a regulamentação financeira na maioria das jurisdições. Em quase todos os países do mundo são aplicadas Anti-Money Laundering Rules (AML) a plataformas que vendem bitcoins ou que permitem que utilizadores comprem e vendam bitcoins. A maioria dessas plataformas tem de adotar regras Know Your Customer (KYC) para verificar a identidade dos seus utilizadores.

Uma vez que as transações com bitcoins ficam registadas de forma pública, encontrando-se visíveis na blockchain – e podendo ser rastreadas – a informação privada que divulga quando compra bitcoins pode ter implicações sérias na sua privacidade.

Existem vários níveis de KYC – com quantidade crescente de informação privada a ser partilhada. A lista que se segue começa com o nível mais baixo:

  1. Sem KYC: sem KYC (sem identificação) significa que a plataforma ou vendedor de bitcoins não sabe quem você é. Não tem de mostrar qualquer documento de identificação e paga com meios privados de pagamento – como dinheiro, Moneygram, Paysafecard ou Western-Union. É possível comprar bitcoins “sem KYC” em algumas jurisdições – por exemplo, em mercados P2P como o LocalBitcoins, em caixas automáticas ou através de cartões-presente – mas normalmente sai mais caro do que recorrendo a outras opções.
  2. KYC Light: este grau (identificação simples ou ligeira) identifica-o pelo seu meio de pagamento e/ou número de telefone. Se pagar através da sua conta bancária, com PayPal, com cartão de crédito ou com outro meio comum de pagamento, os provedores do serviço de pagamento conhecem a sua identidade. Pode comprar uma quantidade limitada de bitcoins com KYC Light na maioria das plataformas.
  3. Full KYC: além de verificar a sua identidade com o seu número de telefone e conta bancária, Full KYC (identificação completa) significa que fornece documentos que provam a sua identidade. Pode ser o seu passaporte, bilhete de identidade, carta de condução, conta de serviço público como água ou luz ou uma combinação de todos. Algumas plataformas exigem também reconhecimento dos seus documentos de identidade por parte de notário ou de terceiro fiável, como o seu banco. Outras dão-se por satisfeitas se submeter uma fotografia a segurar o seu bilhete de identidade ou se participar de processo de identificação através de vídeo. Se quiser investir quantias mais avultadas de dinheiro ou negociar em bolsas, normalmente não existe outra forma que não Full KYC.

Pagamento

As bitcoins são dinheiro mas para comprar bitcoins precisa de enviar dinheiro a alguém. Quanto mais avançado for o sistema financeiro do seu país, mais fácil será converter o seu dinheiro em bitcoins.

O câmbio por dinheiro tradicional é o maior obstáculo ao fluxo de transação de bitcoins. Se recorrer a um canal de pagamento lento e caro, a aquisição de bitcoins será lenta e cara. Se utilizar um canal mais rápido, poderá comprar bitcoins de forma fluida.

Segue-se uma lista dos meios mais comuns de pagamento para comprar bitcoins:

  • Transferência bancária: é provável que conheça este método. Recorrendo ao seu banco online envia dinheiro a um vendedor de bitcoins e obtém as suas bitcoins quando o pagamento tiver sido realizado. Na maioria dos países, são necessários entre 1 a 3 dias para a transação. A opção de débito direto nem sempre é aceite. A maioria das plataformas aceita apenas transferência bancária.
  • Cartão de crédito: os cartões de crédito são dos meios mais comuns de pagamento. No entanto, apenas alguns fornecedores diretos aceitam cartão de crédito. A razão é que as transações de bitcoins não podem ser desfeitas – e as transações com cartões de crédito podem ser revertidas, o que já resultou em perdas para fornecedores que aceitaram cartão de crédito. Além disso, existe também o risco de que sejam compradas bitcoins com cartões de crédito roubados.
  • PayPal: algumas plataformas aceitam PayPal mas a maioria rejeita pelos mesmos problemas sentidos com os cartões de crédito. As transações com PayPal podem ser facilmente desfeitas – e quando tal acontece depois da transferência de bitcoins para outra carteira, o vendedor poderá sair lesado. É por isso que o eBay não é uma boa opção para negociar bitcoins. Contudo, tal como com os cartões de crédito, algumas plataformas aceitam PayPal.
  • Outros canais de pagamento (Sofort, Ideal, Skrill, etc.): o mundo está cheio de fornecedores de pagamentos. Só na União Europeia existem dezenas – e muitas plataformas de câmbio direto aceitam fornecedoras comuns, como a Sofort na Alemanha ou a Ideal na Holanda e por aí fora. Existe uma forte probabilidade de que venha a encontrar uma plataforma que aceite estes sistemas de pagamento.
  • Canais privados de pagamento (em espécie, Western Union, Paysafecard, etc.): a maioria das plataformas não aceita estes meios de pagamento. Irá encontrar muito poucas plataformas de câmbio onde estes pagamentos sejam aceites. Porém, é provável que tenha sorte em mercados P2P – que aceitem pagamento em dinheiro ou outro meio privado de pagamento. Uma boa hipótese também poderá ser uma caixa automática onde possa comprar bitcoins com dinheiro.

Diferentes formas de comprar bitcoins

Estamos mais próximos da aquisição de bitcoins em si. Nesta parte do guia apresentamos várias formas que permitem que troque dinheiro “normal” por dinheiro digital – bitcoins. Cada forma tem as suas próprias vantagens e desvantagens.

  • Caixas automáticas: talvez o método mais fácil e privado para aquisição de bitcoins – através de caixas automáticas (multibanco) de bitcoins. São tal como as caixas multibanco onde levanta dinheiro com o seu cartão. Algumas empresas como a Lamassu produzem máquinas (caixas automáticas) para bitcoins, onde pode comprar bitcoins com dinheiro. Se as operadoras dessas máquinas o desejarem podem aplicar regras KYC – desde verificação através de telemóvel a métodos biométricos. Em Coin ATM radar irá encontrar um mapa global com as localizações destas máquinas. Além disso, em alguns países é possível comprar bitcoins em caixas automáticas convencionais, como as presentes em bancos ou estações de comboios. Existem na Suíça, Ucrânia ou Espanha, por exemplo. As caixas automáticas costumam ter uma comissão relativamente elevada, de 3% a 6% ou mesmo mais.
  • Cartões-presente/Vouchers: outra forma fácil de comprar bitcoins. Dirige-se a um quiosque ou outra loja, compra um cartão-presente ou voucher e visita um website onde possa utilizar o código no cartão para obter as suas bitcoins. Este método é utilizado, por exemplo, na Áustria, México e Coreia do Sul. Tal como as caixas automáticas, os cartões-presente cobram taxas relativamente elevadas.
  • Corretoras: as corretoras são como as casas de câmbio que poderá conhecer dos aeroportos – mas digitais. Compram bitcoins e vendem-nas aos seus clientes. Como se processa: visita um site, escolhe um meio de pagamento, paga e obtém bitcoins por um preço definido pela corretora. Para a maioria das corretoras precisa da sua própria carteira – enquanto que outras, como a Coinbase e a Circle, oferecem a opção de guardar e gastar as bitcoins com uma carteira fornecida pelas próprias. Uma vez que pode utilizar uma grande variedade de canais de pagamento, até mesmo cartões de crédito e PayPal, estas corretoras (que são plataformas) poderão surgir como a forma mais rápida e fácil de novos utilizadores comprarem as suas primeiras bitcoins. As suas comissões poderão variar entre 1% e 5%. Algumas ganham dinheiro com o spread entre a compra e a venda. A maioria exige taxas extra por alguns meios de pagamento – como cartões de crédito.
  • Mercados P2P: em mercados P2P os compradores e vendedores de bitcoins encontram-se e negoceiam uns com os outros. As comissões destes mercados são relativamente baixas, entre 0 e 1%. O spread depende da liquidez do mercado e do meio de pagamento. Mais: nesta opção pode não só receber como fazer ofertas: define um preço e espera até que alguém lhe venda bitcoins. Tal permite que compre quantias de bitcoins relativamente grandes a preços relativamente baixos. O mais famoso mercado P2P é o LocalBitcoins. Esta plataforma mundial serve bastantes moedas e permite que compradores e vendedores decidam que meios de pagamento pretendem utilizar. É geralmente usada para facilitar câmbios anónimos, por vezes por preços extraordinariamente altos. A Bitcoin.de, o maior mercado P2P da zona euro, oferece boa liquidez e é uma boa opção para trocar facilmente euros por bitcoins. O terceiro mais famoso mercado P2P é o Bitsquare, um mercado completamente descentralizado que não é nada mais do que software que liga as pessoas.
  • Plataformas de câmbio: se quer comprar grandes quantias de bitcoins a bons preços ou negociar com bitcoins poderá fazer mais sentido escolher uma plataforma de câmbio. As plataformas de câmbio funcionam como garantia para os seus clientes. Pode colocar as suas próprias ordens para comprar ou vender bitcoins – e o seu mecanismo de negociação acumula essas ordens e ofertas de compradores e vendedores e processa as negociações. Mais: estas plataformas costumam oferecer mais opções para negociar – como negociação na margem. Geralmente, as comissões e o spread são baixos. No entanto, o processo para dar início a uma conta em plataformas de câmbio pode ser complicado, exigindo divulgação de informação privada. Deverá optar por uma plataforma fiável.

Avisos sobre plataformas de câmbio

Cabe relembrar que as plataformas de câmbio não oferecem o mesmo tipo de proteção que os bancos oferecem. Por exemplo: não costuma haver, ou existe de forma limitada, garantia para a sua conta se a plataforma deixar de funcionar ou for atacada por hackers, como o que se passou com a Mt. Gox.

Além disso, a Bitcoin – e outras criptomoedas – não tem estatuto legal como moeda na maioria dos países e as autoridades normalmente não sabem como lidar com ataques. Algumas plataformas maiores cobriram os fundos dos clientes depois de um ataque mas atualmente não são obrigadas a fazê-lo.

Leia também:

Хотите узнать больше о гражданстве за инвестиции? Оставьте свой адрес, и мы пришлем вам подробный гайд

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça um "gosto" a esta página para que possamos continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente